Cinco apostas de tendências de casamento para 2019

A palavra-chave de 2018 para casamentos foi personalização, ou seja, trazer para a celebração uma identidade visual única, com a cara dos noivos. A ideia deve permear o próximo ano também, mas um outro termo vai aparecer com força: naturalidade.

Como quem vai casar ano que vem muito provavelmente já começou a garimpar referências e a fechar contratos neste ano, 2019 vai abraçar e repaginar o que já pipocou no mercado em 2018 e  trará propostas menos tradicionais, em busca de algo mais intimista, festivo e customizado.

Confira abaixo as apostas do blog Enfim Sós do que pode virar tendência ano que vem.

Minimalismo

O minimalismo é colocado à prova em diferentes escolhas do casamento. Pode aparecer na decoração discreta, com arranjos baixos e cores pálidas, na gastronomia, com porções menores e mais variadas, e também no visual da noiva. O norte é um só: menos ostentação.

Uma das propulsoras do movimento é a duquesa de Sussex, Meghan Markle, que em 2018 desfilou em sua união com o príncipe Harry maquiagem leve, penteado simples e vestido sóbrio. Além disso, barrou o tradicional bolo de andares e abriu espaço na mesa para um trio de bolos menores e mais baixos.

Um dia só é pouco

Por questões financeiras e logísticas, os chamados destination weddings (casamentos longe da cidade ou país de origem) costumam reunir somente os mais próximos. Para agraciar os convidados que se deslocam para comemorar com os noivos, o casal costuma oferecer alguma programação extra nos dias que antecedem o casamento, de jantar a luau, de chá com amigas a passeio.

A prática, agora, deve atrair quem escolhe casar mais perto de casa, sobretudo na praia ou no campo, e também contempla somente os mais chegados.

O ator Malvino Salvador e a lutadora Kyra Gracie prometem três dias de festa no casamento deles em 2019.

Cada um por si

É comum ver noivos quebrando a cabeça para encaixar casais na hora de compor o time dos padrinhos, ou ainda torcendo o nariz para o(a) parceiro(a) daquele amigo(a) de infância. Um jeito simples de resolver a questão é escolher as pessoas independentemente da formação de duplas.

Na hora do cortejo, elas podem entrar sozinhas, segurando mensagens ou flores, ou se posicionar ao redor do altar antes da cerimônia começar. O mesmo vale para daminhas e pajens. Por que escolher um casalzinho se é possível ter um grupo de crianças ou apenas uma delas?

A influenciadora digital e astróloga Isabella Mezzadri casou na sexta-feira (14) e é exemplo do que pode se tornar tendência.  Ela escolheu as melhores amigas como madrinhas, enquanto o noivo, o publicitário Gil Pinna, convidou os amigos. Não importa se há mais gente de um lado do que do outro.

Arcos

Vistos em 2018 nos altares das cerimônias, os arcos –ou guirlandas– devem invadir outras camadas da decoração, com diferentes tamanhos. Quanto mais folhagens aplicadas, mais natural e antenado o ambiente vai ficar. Vale até para o buquê.

A atriz Camila Queiroz e o ator Klebber Toledo se casaram em Jericoacoara neste ano e optaram por um grande arco na cerimônia.

Sinta-se em casa

Cômodas, penteadeiras, caixotes, escadas de madeira, livros e pequenos vasos com flores dão toque intimista ao casamento. A intenção é transformar o ambiente em um lar festivo. A produção já é comum em mini weddings, mas, em 2019, a tendência deve captar as grandes celebrações.

A empresa Nina Vintage Decor, em São Paulo, é referência nesse tipo de decoração; veja abaixo:

Experiências

Como se já não bastasse oferecer aos convidados um dia com emoção, comida, bebida e dança, os noivos têm se preocupado em oferecer experiências únicas. Entram no rol pratos e drinques desenvolvidos para a ocasião, apresentações artísticas, caricaturistas, produção de esmaltes da cor do signo do convidado, cabine de fotos e até estúdio de tatuagem.

A Siam Mais leva ao casamento uma máquina de fazer esmaltes na hora, por exemplo.