É mais fácil treinar cães maiores para casamentos, diz adestrador

No fofurômetro dos casamentos, nenhum momento vence a entrada das alianças. Na tarefa de arrancar suspiros, os cachorrinhos ganham cada vez mais espaço.

Mas antes de pensar em comprar um traje de gala para seu cãozinho, saiba que é preciso treiná-lo para o trabalho. Caso a ideia seja contratar um profissional,  será preciso fazer isso de dois a três meses antes do casamento, afirma o adestrador Cleber Santos, 29, da ComportPet.

Segundo Santos, os cães de raças maiores, como labradores, golden retrievers e border collies, aprendem os comandos mais facilmente. Não quer dizer que os menores não podem cumprir o roteiro estipulado, mas como esses são os que mais ficam no colo e, normalmente, são mais mimados, é comum que inicialmente não fiquem tão disponíveis para adestramento.

O treinamento envolve comida, brinquedos, atenção, carinho e passeio, dependendo do que o cão gosta mais. Para acertar na recompensa, é necessário avaliar o cão e identificar seus gostos, diz Santos.

Para ele, uma das poucas coisas que podem tirar o foco dos cachorrinhos é o barulho, sobretudo das orquestras. “Já aconteceu de um cão voltar do meio do caminho, assustado, mas, quando a banda deixou de tocar, ele voltou e cumpriu todo o trajeto. E o casamento  ficou mais divertido com o erro do cão”, conta o adestrador.

Na ânsia de encantar os convidados, porém, há noivos que acabam afetando o bem estar do cachorro, pois insistem para que seus cães entrem sobre duas patas, façam determinados comandos ou fiquem muito tempo sentados. Se o cão tem algum problema de coluna ou displasia, por exemplo, Santos recusa o trabalho ou apresenta outras alternativas mais agradáveis para os bichos.

Cleber e a esposa, Dan Batista; casamento teve a participação da border collie Anitta
Cleber e a esposa, Dan Batista; casamento teve a participação da border collie Anitta

Santos já chegou a preparar um gato para que ele estivesse presente em uma cerimônia. O felino  não teve de cumprir tarefas, mas, como ele não saía muito de casa, havia a possibilidade de estresse durante a socialização, além do incômodo com o barulho.

O treinamento de cães para casamentos na empresa de Cleber Santos custa de R$ 2.500 a R$ 3.500, a depender do local do evento. O adestrador busca o animal e cuida dele durante a festa.

E você, gostaria de ter a companhia do seu bicho no seu casamento? Comente o que você gostaria de fazer.