Noiva fica na mão e vai para o casamento de Uber; você passou por algo parecido? Envie relato

Por Dani Braga
Carol chega ao local do casamento a bordo de um Malibu (Arquivo pessoal)
Carol chega ao local do casamento a bordo de um Malibu (Arquivo pessoal)

Você tem várias contas a pagar do casamento e um conhecido oferece um carro de luxo de graça para te levar à igreja. “Maravilha”, pensou a noiva Carol, até a boa alma desaparecer e ela ficar na mão.

Na última hora, ela e o noivo, Felipe, chegaram a cotar com algumas empresas especializadas quanto custaria o aluguel de um carro, mas perceberam que o valor não caberia no orçamento.

Foi então que Carol teve uma ideia que custou a ela uma espera de poucos minutos e o valor de R$ 30. Chamou um Uber para levá-la ao local da cerimônia.

A menos que você tenha o sonho de chegar ao casamento a bordo de um Ford 1929 ou de uma carruagem, não é uma má ideia para quem quer economizar. Carol optou pelo Uber Black (categoria em que participam apenas carros médios sedans, pretos e com, no máximo, três anos de uso) e aguardou o motorista em um salão de beleza no Morumbi, em São Paulo.

Questionada se teve medo de surgir um motorista ruim ou de um carro que não a agradasse, Carol diz que não estava “tão apegada ao carro” e que já  havia combinado com os fotógrafos e cinegrafistas que, se o carro não fosse bonito, não era para aparecer”.

“O motorista foi muito querido e ficou bem emocionado em me levar com os meus pais no carro”, conta Carol.

O que Carol talvez não saiba é que Adriano, o motorista, ficou mais atônito do que ela. “Fiquei muito surpreso e preocupado quando cheguei e vi que era uma noiva. É um momento especial de alguém, mas a noiva e o pai dela deixaram o clima bem tranquilo”.

Adriano afirma que essa foi a “corrida mais bacana” que já fez, tanto que aguardou a cerimônia terminar e levou o casal a bordo de seu Chevrolet Malibu para uma sessão de fotos na ponte Octavio Frias de Oliveira, conhecida como ponte Estaiada.

Carol e Felipe tiraram fotos para o álbum de casamento próximo à ponte Estaiada (Arquivo pessoal)
Carol e Felipe tiraram fotos para o álbum de casamento próximo à ponte Estaiada (Arquivo pessoal)

 

E depois disso, Adriano? “Fui para casa, afinal, já tinha ganhado o dia”.

Carol e Felipe também ganharam, afinal, a noiva diz que, pelas suas contas, economizou cerca de R$ 900 ao optar pela corrida. Em São Paulo, o valor do aluguel de um automóvel com motorista para eventos custa, em média, R$ 500, dependendo do modelo do veículo e da distância percorrida. Há carros que chegam a custar R$ 5 mil.

Quem se animou com a ideia, no entanto, deve saber que não dá para escolher o modelo do carro nem o motorista.


Também ficou na mão no dia do casamento?

O furo levado por Carol e Felipe é comum quando o assunto são as promessas bem-intencionadas que não se cumprem. O casal Elizabeth e Anderson, de Jandira, contaram ao blog que um amigo do noivo, convidado para ser padrinho, aceitou o convite, mas, uma semana antes do casamento, “sumiu”. O jeito foi chamar um primo para substituí-lo na última hora.

E você? Tem uma história parecida? Escreva para o blog: enfimsos.folha@gmail.com. Sua história pode ser publicada.