‘Casamento é como receita de bolo’, diz noiva dos votos que viraram hit na internet

Por Dani Braga
Daiana e Bruno durante os votos, na cerimônia do casamento (Reprodução)
Daiana e Bruno durante os votos, na cerimônia do casamento (Reprodução)

“Hoje encerra-se o inverno e inicia-se a primavera. O dia em que as pessoas celebram a entrada de uma nova estação, dita como a mais bela das estações, e eu e você celebramos a nossa primavera”.

As palavras acima dão início a um vídeo de casamento com quase 2,5 milhões de visualizações. São os votos do noivo Bruno Temple para Daiana Amarante, em setembro de 2013. Bruno aproveitou o início da primavera para dedicar à noiva um texto em que compara o casamento com as estações do ano.

O vídeo dos votos pipocou em sites de casamento e em diversos outros que reúnem frases, poemas e poesias –onde Bruno virou “autor desconhecido”. Algumas pessoas até perguntam se podem usar o mesmo voto. Segundo Daiana, Bruno sempre reponde que não tem problema, embora entenda que o voto deva ser algo particular de cada relacionamento.

Para ela, o sucesso do vídeo se deu porque “as pessoas que já são casadas ou que vivem um relacionamento de longos anos se enxergaram em alguma estação do ano ou já se viram passando por todas elas”.

 

O pedido de casamento veio antes do casal viver as quatro estações. Sete meses de namoro foram suficientes para Bruno pedir Daiana em casamento.

O casal então combinou de fazer votos na cerimônia, no entanto, ele sempre dizia que não tinha redigido nada e que só faria isso no dia.  “O Bruno não gosta muito de se expor ou chamar a atenção, nem é usual ele fazer declarações públicas de amor, por isso foi uma maravilhosa surpresa para mim e familiares que o conhecem bem”, conta.

Uma das madrinhas conta que Bruno contou com uma plateia de lágrimas entre convidados e padrinhos.

A emoção saiu do salão e pulou para as telas do Youtube após um ano de casamento, em 2014. De lá para cá, milhares de pessoas compartilharam o vídeo nas redes sociais. Sobrou suspiro nos comentários:  “existe homem romântico, sim” ou ainda “depois dizem que não existe príncipe encantado”, entre outras declarações.

O trecho em que Bruno fala sobre o inverno se destaca no texto:

“Eu sei que chegará o inverno, quando as flores e as folhas estão secas, não há mais cor onde as noite são frias e longas, quando parece que o frio é tão intenso a ponto de parecer que o nosso calor não é suficiente, eu prometo com ajuda de Deus lembrar que você é a minha primavera.”

Após três anos de casamento, Daiana afirma que “mesmo com um coração cheio de amor e disposto a fazer o outro feliz, é natural que, às vezes, erremos ou magoemos sem querer a pessoa,  mas temos aprendido a amar sem cobranças, com paciência, perdão e com muito cuidado e carinho um pelo outro”.

Hoje, Daiana e Bruno vivem na Austrália, longe da família, mas têm o apoio um do outro em todos os momentos.

“O mais maravilhoso do casamento é que cada dia é um novo aprendizado e uma nova oportunidade de sermos mais felizes do que ontem.  Somos muito gratos a Deus. O relacionamento é como uma receita de bolo, você tem a opção de ter um bolo simples para o resto da vida ou aprimorar a receita com novos sabores e texturas e fazê-lo cada vez melhor. E é assim que tem sido a nossa vida juntos, cada dia melhor”, diz a musa inspiradora de Bruno.

E que venham muitas primaveras para o casal!

Daiana e Bruno na Austrália, onde vivem atualmente (Arquivo pessoal)
Daiana e Bruno na Austrália, onde vivem atualmente (Arquivo pessoal)